Fale Conosco

Com o imbróglio resolvido com o PT e o fim daquele vai não vai, o PMDB inicia agora a fase de definição dos partidos que comporão a aliança em torno da pré-candidatura de Veneziano ao governo e os nomes para as vagas de senador, suplentes e vice.

Concentrado na costura do seu plano de governo Venaziano prefere deixar essa definição mais para frebte e concentear esforços na realização dis seminários Pensando a Paraíba, que no próximo dia 14 chegará a São Bento e lá será comandado pelo deputado estadual Márcio Roberto.

É consenso que a longa espera pela confurmação de uma aliança com o PT atrasou entendimentos com outras legendas e a partir de agora a cúpula do PMDB interagirá com outras correntes, lecará em consideração outras estratégias e até dialogará com partidos fora da base de Dilma, o que abrirá o leque de opções. 

A candidatura de Veneziano cresce e aos poucos o conceito de sua campanha tem surgido naturalmente. Segura do potencial da candidatura de Veneziano o sebador Vital do Rego defedeu a tese de candidaturas ou mais pela oposição e ao invés da estratégia do monobloco disse oreferir dois ou mais blocos para garantir o segundo turno.

Assim, a partir de agora o PMDB articulará sua chapa proporcional e majoritária excluindo de suas preferências o PT, o PSC e o PP.

Está aberta a temporada de especulações: quais os nomes com chance de ocupar as vagas de vice, senador e suplentes na chapa de Veneziano?