Fale Conosco

O Hospital Municipal Santa Isabel (HSMI) atingiu em 2021 mais de 11 mil atendimentos. Na unidade hospitalar, ao longo do ano, foram realizados 11.128 atendimentos ambulatoriais, sendo 2.607 de cirurgia geral, 1.794 de urologia, 1.695 de mastologia e 1.331 de coloproctologia, seguido por ginecologia e obstetrícia, com 933 atendimentos, entre outros.

Nesse mesmo período foram realizadas no hospital 653 cirurgias. Os cinco procedimentos mais demandados foram cirurgia geral (256), coloproctologia (124), urologia (117), mastologia (67) e cabeça e pescoço (29).

O HMSI, que foi referência no tratamento da Covid e um dos que mais atendeu em quantidade de leitos aos afetados pela doença, só retomou os procedimentos cirúrgicos e atendimento a pacientes não Covid no final de agosto.

A diretora geral do Santa Isabel, a médica Adriana Lobão, disse que foi um ano duro, por conta da Covid-19, mas que o hospital cumpriu sua missão de salvar vidas e inicia 2022 focado em continuar oferecendo o melhor serviço à população.

“O Hospital Santa Isabel enfrentou, em 2021, o desafio de ser exclusivo para tratamento Covid e a gente se sente bastante agradecido a Deus e a toda a equipe de profissionais pela oportunidade de termos contribuídos para salvar vidas dessa doença terrível e, ao mesmo tempo, a gente recuperou nossa capacidade de atender aquela demanda reprimida, a partir de 20 de agosto, quando teve alta o último paciente Covid do hospital”, destacou.

A partir daí, ressaltou a diretora, o Santa Isabel conseguiu retomar várias ações, até em forma de mutirões, para reduzir demanda reprimida, principalmente em relação à prevenção de câncer, como foi a campanha do Tudo Rosa e do Novembro Azul Sempre, que tinha como foco a prevenção do câncer mamário e de próstata, respectivamente.

“E buscamos a retomada das cirurgias. Colocamos pra frente o Programa Municipal de Cirurgia Bariátrica, com a preparação de grupos de pacientes e com a primeira cirurgia bariátrica já realizada. Foi um ano muito duro, mas foi um ano em que o hospital cumpriu sua missão e agora vai seguir com a realização de cirurgias de alta e média complexidade e todos os procedimentos que oferecemos à população”, ressaltou Adriana Lobão.