Fale Conosco

O vereador Josmá Oliveira (Patriota), criticou, mais uma vez, os serviços prestados pela Cagepa de Patos e divulgou informações referentes aos altos salários recebidos por servidores da empresa. A revelação foi durante a sessão da Câmara Municipal de Patos esta semana.

O parlamentar pesquisou as informações do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (SAGRES), serviço de prestação de contas do TCE-PB. Dentre os cargos divulgados alguns chegam a superar o valor do salário recebido pelo Governador do Estado.

Os cargos informados e algumas das variações entre os salários dos servidores foram:

Engenheiro Civil – R$ 42 mil / R$ 51 mil R$ 54 mil/ R$ 84 mil / R$ 82 mil / R$ 93 mil / R$ 115 mil;

Enfermeiro do Trabalho – R$ 36 mil;

Engenheiro Eletricista – R$ 28 mil / R$ 41 mil;

Leiturista – R$ 10 mil/ R$ 11 mil/ R$ 12 mil/ R$ 13 mil / R$ 17 mil;

Engenheiro Sanitarista – R$ 40 mil;

Engenheiro Químico – R$ 77 mil / R$ 85 mil;

Químico – R$ 36 mil / R$ 39 mil / R$ 41 mil / R$ 42 mil / R$ 51 mil;

Engenheiro Segurança – R$ 15 mil / R$ 16 mil / R$ 40 mil;

Técnico de Contabilidade – R$ 14 mil / R$ 28 mil / R$ 35 mil;

Tecnólogo em Geoprocessamento – R$ 28 mil;

Encanador Junior – R$ 12 mil / R$ 14 mil / R$ 21 mil / R$ 22 mil / R$ 24 mil;

Técnico Eletro-eletrônico – R$ 15 mil / R$ 19 mil / R$ 22 mil / R$ 26 mil / R$ 31 mil;

Josmá disse que vai acionar o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e o Ministério Público.

“Enquanto o povo não tem água nas suas torneiras ou recebe água suja e fedorenta, tem servidor lá ganhando mais de R$ 100 mil, enquanto o povo se ‘lasca’ sem água e com água fedorenta […]. Quem é que paga? O povo! O povo que nem tem água. Tapa na cara do povo, tapa na cara da sociedade […]; enquanto um policial arrisca a vida na rua pra ganhar R$ 3 mil e pouco. O seu dinheiro que você paga conta de água tá indo para aqui, enquanto você nem tem água e quando recebe é água suja e as tubulações das ruas de Patos tudo quebrada, vazando. Amanhã vou acionar o TCE e o Ministério Público, porque isso aqui é uma esculhambação”, comentou.

 

 

 

Redação com Patos Online.