Fale Conosco

Fábio Rocha, secretário de Saúde de João Pessoa, revelou que está estudando, junto aos profissionais responsáveis pelo aplicativo Vacina João Pessoa, a possibilidade de remanejar para o fim da fila da vacinação contra a Covid-19 aquelas pessoas que recusarem o imunizante devido ao fabricante.

O secretário classifica como intolerável a atitude dos cidadãos chamados de ‘sommeliers’ de vacina que escolhem o fabricante do imunizante a ser aplicado, alegando o desejo de fazer viagens internacionais ou o medo dos efeitos colaterais. Ele explica que todas as vacinas aplicadas no Brasil são eficazes e não há nenhuma melhor do que a outra. ”Esse comportamento é inaceitável”, declarou.

Para ele, escolher qual vacina quer receber é desnecessário e egoísta. ”Se tivesse vacinas sobrando tudo bem, mas nessa situação é um comportamento tão infantil que a pessoa deveria ir pro fim da fila pra depois das pessoas de 12 anos”, acrescenta.

Enquanto gestor, Fábio Rocha esclarece que não queria penalizar as pessoas, entretanto, devido aos recorrentes casos registrados que atrapalham a vacinação como um todo, a situação está inadmissível. Como a imunização é feita em João Pessoa exclusivamente por agendamento, sua ideia é que, caso o cidadão agende a sua dose mas recuse a vacina ao chegar no posto, ele seja remanejado paro o fim da fila.