Fale Conosco

Antônia Fontenelle será investigada pela Polícia Civil da Paraíba por possível crime de racismo. Um inquérito policial deve ser aberto após determinação da 1ª Delegacia Seccional de Polícia Civil (1ª DSPC) e será conduzido pela Delegacia Especializada de Crimes Homofóbicos, Raciais e de Intolerância Religiosa – DECHRADI.

O delegado seccional Pedro Ivo, da 1ª DSPC, explicou que as declarações feitas por Fontenelle em suas redes sociais são caracterizadas como manifestações preconceituosas generalizadas, direcionadas a todos os paraibanos.

“Isso evidencia, a priori, o crime de racismo, tipificado no art. 20 da Lei nº 7716/1989, cuja pena é de reclusão de um a três anos e multa, e a ação penal é pública incondicionada. Por essa razão, determinei a instauração de inquérito policial, para o completo esclarecimento dos fatos”, destacou o Delegado.

A youtuber, em suas redes sociais, disse que “Esses paraíbas fazem um pouquinho de sucesso e acham que pode tudo. Amanhã vou contactar as autoridades do Ceará pra entender por que esse cretino não foi preso”.

“Paraíba eu me refiro a quem faz paraibada. Pode ser ele sulista, pode ser ele nordestino, pode ser ele o que for, se fizer paraibada. É uma força de expressão, eu falei se paraíba faz paraibada”, declarou Antônia, ao tentar justificar sua fala anterior.

Com a instauração do Inquérito, serão realizadas diligências investigativas, procedimentos periciais e o interrogatório da indicada autora do fato, com o consequente envio do procedimento para o Judiciário.