Fale Conosco

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) recebeu, nesta quinta-feira (17), 200 cestas básicas repassadas pelo Procon-JP e iniciou a entrega a artistas e trabalhadores da cultura da Capital. A iniciativa faz parte do projeto ‘Procon Solidário’, que vem beneficiando outras entidades e categorias. A entrega das cestas foi realizada no Hotel Globo, que ganhou decoração junina e ofertou aos artistas uma mesa com comidas típicas.

“Desta vez, o público-alvo foi da cultura popular, envolvendo duas escolas de samba, Pavão de Ouro e Independente de Mancacaru; 14 ala ursas; uma quadrilha junina e dois representantes da cultura popular. É uma iniciativa muito importante para os artistas que tiveram suas atividades interrompidas por conta da pandemia. Eles ficaram muito satisfeitos”, enfatizou Ana Maria Gomes, chefe da Divisão de Cultura Popular da Funjope. Outras categorias, a exemplo de clubes de frevo, grupos de cultura popular como o babau e boi de rei, e artesanato serão beneficiados até a próxima semana.

Essa ação, conforme o diretor-presidente da Funjope, Marcus Alves, faz parte de um conjunto de atividades que a Fundação tem procurado fazer para criação de uma rede de proteção aos artistas e aos profissionais da cultura. Ele lembrou do apoio emergencial, com o repasse de R$ 780 mil para esses profissionais, e agora veio o suporte do Procon-JP para realizar a entrega das cestas.

“Na sequência, vamos trabalhar para termos outros benefícios que ajudem a amenizar o drama que algumas pessoas estão vivendo por conta da pandemia. Temos consciência de que isso não resolve a vida das pessoas, mas dá um conforto e diz que elas não estão sozinhas no enfrentamento desse problema”, afirmou.

“Foi com grande satisfação que nós levamos o projeto Procon Solidário até a Funjope, por meio da entrega de cestas básicas a esse público tão especial e tão profundamente prejudicado em tempos de pandemia, que é o grupo de artistas populares, artistas da nossa terra que estão passando por grandes privações nesse momento”, declarou o secretário do Procon-JP, Rougger Guerra.

Ele reforçou que a ideia do projeto é ajudar aqueles que estão em vulnerabilidade alimentar.  “Para isso, não pouparemos esforços junto com os demais órgãos municipais, como a própria Funjope, que foi parceira e será sempre. Faremos de tudo que estiver ao nosso alcance para minorar a situação dramática que essa população mais carente vem passando”, disse.

Projeto – O Procon Solidário é resultado da celebração de Termos de Compromisso e de Ajustamento de Conduta (TAC) junto às empresas que têm demanda na Secretaria de Proteção e Defesa do Consumidor. Com a iniciativa, as multas oriundas de processos administrativos são transmutadas em obrigação do fornecimento de cestas básicas destinadas à doação.