Fale Conosco

A Prefeitura de João Pessoa, através de sua Fundação Cultural (FUNJOPE), realiza, neste domingo (19), uma programação que envolve apresentação do grupo Tambores do Forte e conta ainda com show da Banda Cabruêra. O evento faz parte do São João Multicultural e acontece a partir das 16h, na Casa da Pólvora, no Centro Histórico da Capital.

O diretor executivo da Funjope, Marcus Alves, destacou que essa ação na Casa da Pólvora faz parte de uma estratégia da gestão municipal para valorizar as atividades no Centro Histórico.

Para isso, foram feitas reuniões com os comerciantes, grupos de moradores do território e todos entraram em consenso sobre a necessidade e o valor de ter atividades culturais durante o período junino também no Centro Histórico, como aconteceu nessa sexta-feira (17), na Praça XV de Novembro.

“Neste domingo, teremos um belíssimo show da banda Cabruêra e do Tambores do Forte como parte de valorização dessa requalificação do Centro Histórico que precisa ter mais ocupação, mais vida, ser mais dinâmico. E isso implica no envolvimento de pessoas, trazer a população para o Centro Histórico. Essa é a ideia”, acrescentou o diretor.

“São duas atrações de grande representatividade musical na Paraíba. Cada vez mais, a Funjope abre espaço, trazendo bandas excelentes que têm a oportunidade de subir ao palco da Casa da Pólvora, dentro desse movimento cultural e do clima junino”, declarou a coordenadora da Casa da Pólvora, Ana Maia.

A banda Cabruêra, que está lançando novo álbum, comemora o retorno. “Será o nosso primeiro show em João Pessoa após a pandemia e vamos fazer o pré-lançamento do novo álbum Sol a Pino, que estará em todas as plataformas em 21 de junho, dia do solstício”, declarou o vocalista da banda Cabruêra, Arthur Pessoa.

Além de algumas composições novas, o repertório terá músicas de todos os álbuns, uma verdadeira passagem pela trajetória da banda. “A expectativa é reencontrar o nosso público e matar a saudade depois desses anos de escuridão e medo. A música volta como um alento pra iluminar as mentes e aquecer os corações com amor e esperança”, acrescentou o músico.

O grupo cultural Tambores do Forte foi formado a partir da união de artistas da cultura popular, arte-educadores e agentes culturais, divulgando ritmos e danças de matriz africana e indígena.

Júlio de Lucena, mais conhecido por Júlio Mola, é o coordenador. Ele também faz a direção musical, voz e percussão, e divide a organização do grupo com Cely Sousa, voz e percussão. Os demais integrantes são Alisson Mesquita, Edeltrudes, Dudu Aranha, Kel, Kyle Moura, Medusa, Lucas Nóbrega, Sthefane Bernardo, todos na percussão.

 

 

 

PMJP.