Fale Conosco

O professor Valdiney Gouveia toma posse como reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) nesta quarta-feira (11). A cerimônia de posse acontece em meio a protestos de estudantes que criticam a indicação do presidente Jair Bolsonaro, visto que Valdiney foi o menos votado nas eleições da instituição. O evento será realizado às 19h30 e será de forma virtual, na sala de Conferência Web.

Na escolha da lista tríplice a chapa formada por Valdiney não obteve nenhum voto dos Conselhos da UFPB. A lista foi encaminhada ao Ministério da Educação para a nomeação do presidente Jair Bolsonaro.

A candidata mais votada na consulta foi Terezinha Domiciano da chapa 2, que obteve 964,518 votos. Em setembro, Terezinha afirmou que achou estranho o movimento considerado conservador que pedia a nomeação do terceiro colocado na consulta.

Após a nomeação de Valdiney Gouveia, protestos foram realizados por estudantes da UFPB, que se acorrentaram à porta da reitoria, após um ato pacífico que aconteceu na universidade.

Cinco dias após o protesto, o juiz Bruno Teixeira de Paiva determinou a reintegração de posse do prédio da reitoria localizado no Campus I da Universidade Federal da Paraíba, fazendo com que o.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ajuizou, no Supremo Tribunal Federal (STF), uma arguição de descumprimento de preceito fundamental (ADPF) pedindo a anulação de todas as nomeações de reitores em que não foram respeitados o primeiro da lista tríplice.

Além de Valdiney, o professor Janir Alves Soares, como novo reitor da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Luiz Fernando Resende dos Santos Anjo como reitor da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) e Fábio Josué Souza dos Santos foi nomeado reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), foram nomeados sem vencer as consultas públicas.