Fale Conosco

O Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) apreendeu 96 aves silvestres que estavam sendo comercializadas, nas primeiras horas da manhã deste sábado (07), na feira livre de Guarabira. A ação fez parte da Operação Dia das Mães, que foi desencadeada nessa sexta-feira com o objetivo de reforçar a presença nas ruas, principalmente nas áreas de comércio, e também nos espaços públicos com grande circulação de pessoas.

Na ação, sob orientação do Núcleo de Inteligência do próprio BPAmb, as equipes policiais  realizaram a fiscalização para coibir o comércio ilegal de aves silvestres na referida feira. No local, foram apreendidas 96 aves silvestres e um homem, que estava portando tornozeleira eletrônica pelo crime de homicídio, foi preso pelo comércio de espécimes da fauna silvestre nativa sem autorização ambiental.

O homem foi conduzido para delegacia da cidade, para os demais procedimentos. Já as aves apreendidas, que são das mais variadas espécies, foram encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), para a sua reabilitação ao meio ambiente.

Punições – A venda de animais silvestres é crime, com pena de seis meses a um ano, e o autor é multado em R$ 500 por cada unidade apreendida com ele. Se a espécie for ameaçada de extinção, a pena é aumentada e a multa pode chegar a R$ 5 mil, por cada animal.

 

 

PMPB.