Fale Conosco

Autor do requerimento na Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) para que seja revista a proibição do estacionamento ao longo da Avenida Floriano Peixoto, na cidade, o vereador Bruno Cunha Lima (PSDB) constatou em entrevista a uma rádio de Campina Grande na manhã deste sábado (07), o caos que convive os campinenses no tocante a segurança pública.

Ao ser questionado sobre a possibilidade dos féis da sal igreja Presbiteriana estacionarem seus carros não mais na Avenida Floriano Peixoto nos domingos e sim próximo a Câmara Municipal de Campina Grande o vereador foi taxativo. “Do jeito que tá a cidade se os féis estacionarem na Câmara e vierem andando não chegam nem com a fé”, disse Bruno Cunha Lima sobre o caos na segurança pública em Campina. 

Entenda o caso – Segundo Bruno, tal medida de proibição de estacionamento foi mantida influenciara negativamente diversas instituições como hospitais, mortuárias, três igrejas evangélicas e uma católica.” Fiquei sabendo que a Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos tomou uma medida que visa proibir estacionamento ao longo da Av. Floriano Peixoto, sobretudo na parte mais central”, disse o vereador.

Ele explicou: “Compreendendo o problema que seria gerado, sobretudo para a igreja Presbiteriana Central, que não dispõe de local para estacionamento e existe ainda antes que a Avenida.

Fosse criada, decidi protocolar nos termos regimentais um Requerimento a fim de que tal política fosse revista, para isso convidei os demais colegas que formam a bancada cristã protestante na Câmara”.

Redação