Notícias

José Mariz teria sido chamado a se explicar no Conselho de Ética da OAB e vereador sai em defesa das minorias

Ainda sobre o estabanamento do Procurador Geral da PMCG, José Mariz, que num comentário infeliz atacou homossexuais, evangélicos, frequentadores de academia e homens que usam o cabelo grande e que se arrependimento matasse ele já teria morrido, pois só trouxe dissabores, duas reações dão conta do tamanho da besteira do advogado.

A primeira me chegou ainda cedinho e traz o caso para dentro da OAB, onde José Mariz teria sido “convidado” a se justificar perante o Conselho de Ética, pois manchou a categoria com o seu comentário homofóbico, além de potencializar intolerância religiosa ao citar Ricardo Boechat no episódio em que ele mandou o pastor Silas Malafaia “procurar uma rola”.

Mas foi na Câmara de Vereadores de Campina de onde veio a reação mais firme, precisamente do gabinete do vereador Anderson Maia, do PSB, através de uma nota que reproduzo abaixo na íntegra.

NOTA DE REPÚDIO

O Vereador Anderson Maia e todos os que fazem o gabinete “Pelo Direito de Todos” vimos a público nos solidarizar com o Deputado Federal Veneziano Vital do Rego, demonstrando o nosso veemente repúdio às recentes declarações do Procurador Geral de Campina Grande, José Mariz, questionando a orientação sexual do mesmo através de mídia social.

Nos indignamos, primeiramente, com o baixo nível que querem dar à disputa eleitoral deste ano, porém, apesar das insinuações do senhor Procurador do Município de Campina Grande José Mariz, não vemos nenhuma forma de ofensa em se ter qualquer uma das orientaões sexuais que conhecemos fora da heteronormatividade e também não concebemos como a orientação sexual ou gênero, seja de quem for, possa ser um fato determinante no caráter, postura ou integridade de qualquer cidadão ou cidadã.

Embora esse tipo de atitude lamentável não seja algo novo, esperamos que este tipo de postura desrespeitosa seja revista; pois, afinal, é impossível não se indignar com tamanho desrespeito e preconceito com as orientações sexuais e questões relacionadas a gênero que essas pessoas demonstram ter no trato, não só com a coisa pública, mas com a humanidade.

Por fim, reforçamos a nossa luta por uma sociedade mais digna, justa e que, acima de tudo, exista o respeito à diversidade sociocultural, religiosa e étnica do nosso povo. Essa pluralidade é o que nos torna fortes para continuarmos a nossa luta diária pelo direito de todos.

Sempre respeitosamente, como se deve ser,

Gabinete do Vereador Anderson Maia (PSB) – Câ-mara Municipal de Campina Grande.