Fale Conosco

A insistência do deputado estadual Cabo Gilberto Silva em comparecer as sessões da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), mesmo sem estar vacinado contra a Covid-19, resultou na suspensão das atividades presenciais da Casa dois dias após a retomada das sessões no plenário.

Uma questão de ordem foi apresentada pelos parlamentares da ALPB, que decidiram com 20 votos favoráveis, dois contrários e quatro abstenções, paralisar os trabalhos presencias até que o líder da oposição seja imunizado contra o coronavírus.

O Cabo Gilberto descumpriu uma resolução aprovada pelos deputados, que restringe a entrada de servidores não vacinados nas dependências da Casa, pelo segundo dia consecutivo. Conforme Adriano Galdino, presidente da ALPB, será aguardada a vacinação do oposicionista até o fim deste mês. Caso ele ainda não esteja imunizado os deputados vão se reunir de forma reservada para discutirem providências a serem tomadas.

Primeiramente, o deputado Hervázio Bezerra levantou uma questão de ordem contra o líder da oposição. Uma nova questão de ordem foi apresentada por Bosco Carneiro, pedindo a suspensão de todas as atividades da Casa.

“Em respeito aos servidores, colegas, imprensa, Paraíba”, disse Hervázio. Já Ricardo Barbosa (PSB) destaca que a decisão da maioria deve prevalecer. “Está se sobrepondo ao todo, principalmente no parlamento, onde a decisão majoritária prevalece sempre. Não podemos punir o todo em detrimento do deputado Cabo Gilberto”, pontuou.

Adriano Galdino assegurou que, mesmo o Cabo Gilberto descumprindo uma Resolução da Casa, não fará uso da força policial para impedir a entrada de qualquer parlamentar na Casa.

Em sua defesa, o deputado argumenta que não descumpre qualquer regra da Assembleia e que, na verdade, está sendo constrangido, virando alvo de ataques e humilhações. “Afronta a democracia deixar o parlamentar sem exercer o seu mandato porque não tem passaporte sanitário”, alegou. Vale lembrar que as sessões aconteciam no formato híbrido, ou seja, com parte dos parlamentares presencialmente no plenário e outra parte participando de modo virtual.