Fale Conosco

O vice-presidente do Senado Federal, o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), divulgou um vídeo nesta quinta-feira (8) onde se posiciona contra a nota conjunta divulgada pelas Forças Armadas e Ministério da Defesa, na qual rechaçavam as críticas de Omar Aziz na CPI da Pandemia. Para o parlamentar paraibano, o texto não se tratava de uma nota de repúdio e sim de uma “tentativa de intimidação”.

“Não apenas uma intimidação dirigida ao presidente da Comissão, não apenas uma intimidação dirigida aos trabalhos de investigações que estão sendo realizados em resposta à toda uma sociedade que está esperando por elas para saber responsáveis por supostas, ou não, práticas cometidas e que terminaram por nos levar à situações infaustas e dolorosas nesta pandemia, mas agride e se dirige também à instituição Senado Federal”, declarou Veneziano.

O senador ainda destaca que deveria existir a separação entre as atividades parlamentares e as Forças Armadas, para que os papéis institucionais de cada um não sejam confundidos. Ele ressalta que não será com atos intimidatórios que será construída a solidez de que o Brasil necessita.

“Por essas razões que volto a condição de democrata, a condição de integrante do Senado Federal, do parlamento, que sabe do seu papel, que tem sabido se conduzir, que tem sabido maduramente e de forma equilibrada cumprir com as suas obrigações, participando desse momento tão delicado da quadra no cenário nacional, não poderíamos deixar de registrar a nossa veemente repulsa a essa reiterada demonstração por parte de alguns que confundem as suas competências e atribuições”, conclui Veneziano Vital.

Assista ao vídeo completo: