Fale Conosco

De acordo com o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, somente no mês de abril é que devem ser aplicadas as primeiras doses da vacina contra a variante da Influenza A, a H3N2. Na Paraíba foi registrada uma explosão de casos de síndromes gripais nas últimas semanas.

No Instituto Butantan, o maior produtor de vacinas para a gripe do Hemisfério Sul, já foi iniciada a preparação dos bancos virais para atualizar o imunizante com essa nova variante, que deve ficar pronta no mês de março.

O imunizante aplicado em abril de 2021 não protege contra essa nova cepa, o subtipo da Influenza A H3N2. A variante foi recém descoberta na Austrália e já foi detectada em várias partes do Brasil, inclusive na Paraíba.

“Nós estamos na vigência de uma epidemia de H3N2 com as emergências dos hospitais e as UPAs [Unidade de Pronto Atendimento] com alto fluxo de pacientes com síndromes gripais”, iniciou o secretário, que ainda disse que a Saúde estadual já esperava a alta movimentação visto que as vacinas aplicadas em abril “não contêm na sua fórmula essa nova variante Darwin que foi identificada na Austrália e se disseminou pelo mundo inteiro. Nós só teremos vacina que protegerá para essa variante em abril”.

Até lá, Geraldo Medeiros recomenda que a população mantenha os cuidados protetivos, reforçando a necessidade do uso das máscaras de proteção, uma importante aliada contra a Influenza e também da Covid-19. A Saúde ainda prevê uma alta de casos das síndromes gripais devido aos festejos de fim de ano, além do período de férias da população.