Fale Conosco

Em homenagem ao Dia Nacional do Forró, ritmo musical da cultura nordestina, a Prefeitura de Campina Grande realizará na próxima segunda-feira (13), às 19h, uma celebração alusiva à data, com apresentações culturais e de forrozeiros consagrados na região.

Estarão presentes o prefeito Bruno Cunha Lima e outras autoridades locais. Recentemente, o forró foi reconhecido como Patrimônio Imaterial do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O local escolhido para a homenagem fica às margens do Açude Velho, no monumento Farra da Budega, conhecido por abrigar as estátuas de Jackson do Pandeiro e de Luiz Gonzaga, ícones da música nordestina que, neste mês de dezembro, também receberam o brilho da decoração natalina. O evento está inserido na programação oficial do Natal Iluminado 2021.

O Rei do Baião, Luiz Gonzaga, também receberá uma homenagem especial. Se estivesse vivo, Gonzaga completaria 109 anos na segunda-feira, data da homenagem e Dia Nacional do Forró.

Reconhecimento pelo Iphan

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), declarou por unanimidade o forró como patrimônio imaterial brasileiro. A definição ocorreu na última quinta-feira (09) em reunião extraordinária do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural da entidade, o qual também considerou a expressão musical como supergênero.

De acordo com o órgão, o forró é considerado um supergênero por agrupar ritmos e expressões musicais como o baião, o xote, o xaxado, o chamego, o miudinho, a quadrilha e o arrasta-pé.

O pedido de consideração de registro das matrizes tradicionais do forró foi encaminhado ao Iphan pela Associação Cultural Balaio Nordeste, de João Pessoa, na Paraíba. Após a solicitação, o processo foi aberto em 2011.

Codecom