Fale Conosco

Renalida Carvalho, pastora Regional da Catedral IPTM, se envolveu numa polêmica após pedir transferência via PIX para orar por seus fiéis. Uma quantia em dinheiro também é solicitada pela religiosa para garantir vagas em seu culto. A sede da igreja em Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa, tem previsão de inauguração para esta quarta (15) e quinta-feira (16).

O presidente dessa igreja, o pastor Leonardo Sales, também está envolvido na confusão. Nas redes sociais, a atitude está sendo bastante criticada, com internautas acusando Renalida Carvalho de ser “estelionatária da fé”. O caso repercutiu nesta quarta no Programa Tribuna Livre, da TV Arapuan.

“Ganhar dinheiro em cima do povo mulher, isso não e de Deus não”, comentou uma seguidora na rede social. “Já tem funkeiro ostentação, prefeita ostentação e agora missionária ostentação… que venha os próximos capítulos”, escreveu outra pessoa. Um dos internautas ainda faz um suposto cálculo sobre o que seria apurado pelos religiosos. “11 mil pessoas numa live. Imagine essas 11 mil pessoas fazendo PIX de 7,00 = 77.0000. Por isso ela luxa tanto com dinheiro que vem do povo”, concluiu.

A pastora acusada de arrecadar dinheiro em nome da fé também desfila com carros de luxo. No programa Cidade em Ação, da TV Arapuan, Renalida Carvalho justificou suas ostentações, dizendo ser empresária por ter imóveis alugados.