Fale Conosco

A primeira reunião da alta cúpula da CBF já sob o comando do Coronel Nunes, presidente interino da entidade, acontece na tarde desta segunda-feira (07). Um dos temas a serem abordados já está pacificado: Tite segue técnico da seleção brasileira após o jogo de amanhã contra o Paraguai, pelas Eliminatórias.

Renato Gaúcho, como o presidente afastado Rogério Caboclo prometera ao Palácio do Planalto, não será contratado para comandar o time. Nas conversas entre os vice-presidentes da CBF ocorridas nas últimas horas este é um ponto de consenso.

Os bolsonaristas, incluindo Flávio Bolsonaro, que pediram a cabeça de Tite, não serão atendidos. Pela ótica desfocada e particularíssima dos bolsominions, Tite seria um quadro da esquerda e ligado a Lula.

Com informações de Lauro Jardim para O Globo.