Fale Conosco

Em seu discurso antes da cerimônia de hasteamento da bandeira do Brasil, no Palácio do Alvorada, Jair Bolsonaro citou indiretamente os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso. A fala foi transmitida nas redes sociais do presidente na manhã desta terça-feira (07).

“Nosso país não pode ficar refém de uma ou duas pessoas, não interessa onde elas estejam. Ou entram nos eixos ou serão simplesmente ignoradas da vida pública. Este é meu trabalho”, declarou o chefe do Executivo nacional, que completou: “Vou continuar jogando dentro das quatro linhas, mas a partir de agora não admito que outras pessoas, uma ou duas, joguem fora. A regra do jogo é uma só, o respeito à nossa Constituição”.

Em outro trecho do pronunciamento, Bolsonaro afirmou que a data de 7 de setembro é um dia do povo e esse mesmo povo irá determinar o futuro do país. “É um dia de vocês, não do presidente. Não é dia de nenhum político, é dia do povo brasileiro. Vocês vão nos dar um norte e dizer para onde o Brasil deve ir”, disse.

O presidente marcou outro discurso na Esplanada dos Ministérios por volta de 10h15. Em São Paulo, na Avenida Paulista, seu pronunciamento será entre 15h30 e 16h. “Hoje eu quero ser o porta-voz de vocês. O que falarmos, estou falando em nome de vocês”, acrescentou.