Fale Conosco

A Polícia Civil da Paraíba prendeu, nesta quinta-feira (6), três pessoas acusadas de liderar um esquema interestadual de fralde em R$ 1 milhão em contas bancárias. Os mandados de prisão foram cumpridos dentro da operação “XCoderX”. Dos três acusados presos, dois foram em João Pessoa e um em Cajazeiras, que seria irmã de um dos líderes.

Após prender dois indivíduos diretamente ligados à receptação do valor, a equipe de investigação da da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC) acabou identificando os outros criminosos responsáveis por coordenar a quadrilha interestadual. Uma pessoa foi presa no Crato, Ceará.

Ao todo, os policiais cumprem 50 mandados judiciais no Distrito Federal, Bahia, Ceará, Paraíba, São Paulo e Santa Catarina de suspeitos em fraudar as contas bancárias de  pelo menos 37 vítimas no Distrito Federal e outras dezenas em diversos estados.

A delegacia especializada teve conhecimento do crime em 15 de outubro do ano passado, quando a quadrilha subtraiu R$ 4 mil depositados em uma conta bancária pertencente a um correntista residente no Distrito Federal. O crime foi realizado por meio da internet.