Fale Conosco

O governador da Paraíba, João Azevêdo, utilizou suas redes sociais para rebater o discurso feito pelo presidente Jair Bolsonaro na abertura da 76ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) acontecida nesta terça-feira (21). Segundo o gestor, Bolsonaro repetiu em seu pronunciamento o mesmo erro cometido no Brasil na condução da pandemia, que resultou na morte de quase 600 mil brasileiros pela Covid-19.

O chefe da Nação apresentou na Assembleia da ONU um discurso recheado de mentiras. Em relação ao enfrentamento da pandemia, Bolsonaro disse que seu governo pagou US$ 800 de auxílio emergencial aos brasileiros em situação de vulnerabilidade social, culpando os governadores e prefeitos pela crise econômica enfrentada no país, pelo fato deles terem adotados as corretas medidas restritivas para conter a disseminação da doença.

“Ao atacar governadores na ONU e insistir no mesmo discurso de tratamento ineficaz que defende desde o início da pandemia, o presidente da República repete o mesmo erro que levou o país a quase 600 mil mortos pela Covid-19”, iniciou Azevêdo.

O presidente ainda defendeu, mais uma vez, o tratamento precoce contra a Covid-19, mesmo após cientistas de todo o mundo comprovarem sua ineficácia e se colocou contra a obrigatoriedade de vacinas. Para João Azevêdo, o Brasil, atualmente enfrenta duas crises: “uma sanitária e outra, a crise da propagação de fakenews. Para a primeira, vacina. Para a segunda, a verdade e a democracia”, finalizou o governador.

Veja a publicação: