Fale Conosco

Cumprindo agenda na cidade de Belém nessa terça-feira (03), João Azevêdo comentou a respeito da decisão do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), que reprovou as contas do governador referentes ao exercício de 2019. O gestor defende que seu governo foi responsável pelo fim da prática dos codificados no Estado.

Em sua declaração, João afirma ainda que o órgão fez uma interpretação equivocada dos prestadores de serviço em sua gestão e que não pode ser punido por isso. O chefe do Executivo paraibano garante que a resolução do TCE foi cumprida e que, no site do órgão, estão disponibilizados todos os contratos firmados, principalmente com os profissionais da saúde.

“Estou tranquilo com relação a isso, afinal de contas o grande mal que existia nessa relação espúria, que era dos codificados, eu, como governador acabei, e não posso, evidentemente, ser punido por isso”, declarou João Azevêdo.