Fale Conosco

O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, revelou que a gestão municipal pretende usar a reserva da AstraZeneca, inicialmente guardada para a aplicação da segunda dose, para avançar no plano de imunização contra a Covid-19 da Capital. Se houver quantitativo suficiente, poderá ser iniciada já neste fim de semana a vacinação da população com 33 anos ou mais.

Segundo relatado pelo secretário, o Governo do Estado e os órgãos de saúde municipais estão em quase consenso a respeito do intervalo para melhor eficácia da AstraZeneca, preservando os 120 dias entre as duas doses. Ainda nesta quinta-feira (15), uma reunião será realizada para oficializar a decisão.

Fábio Rocha disse, em entrevista à TV Cabo Branco, que há na Secretaria de Estado da Saúde cerca de 250 mil doses de AstraZeneca, que só devem ser utilizadas para a segunda dose a partir de 30 de julho. Esse quantitativo é o que pode ser usado para antecipar a vacinação em João Pessoa. “Isso vai levar a gente ter uma vacinação de 70% (da população)”, destacou.

Ainda nesta quinta, um lote com aproximadamente 77 mil doses da AstraZeneca deve desembarcar na Paraíba. Com a distribuição sendo realizada na sexta-feira (16), João Pessoa deve receber em torno de 15 mil doses, o que possibilitará, ao menos, a imunização para os pessoenses com idade a partir de 39 anos.

“Vamos fazer mutirão a partir de sexta, sábado e domingo e vacinar o maior número de pessoas para não ter o não agravamento da doença. A pessoa pega o coronavírus mesmo vacinada, mas não agravando vira uma gripe boba. Todas as vacinas, sem exceção, dão uma proteção para não complicação”, concluiu.