Fale Conosco

O Hospital Municipal Prontovida, da rede municipal de saúde de João Pessoa, implantou mais um serviço à população, com a instalação de cinco enfermarias para casos de síndrome gripal. Segundo o diretor administrativo, André Lima, a unidade hospitalar, criada em 2020 para atendimento exclusivo à Covid-19, hoje dá suporte a todo o sistema de saúde da Capital em várias especialidades.

“O Prontovida foi fundamental nos momentos mais críticos da pandemia na Capital, ofertando mais de 100 leitos exclusivos Covid no atendimento de toda a região metropolitana. Continuamos atendendo os casos de coronavírus, mas com a diminuição nas ocorrências, fizemos um redirecionamento do espaço, criando enfermarias exclusivas para outras doenças. Desse modo, o hospital tem diminuído e desafogado a rede de atendimentos clínicos em geral e coronarianos”, afirmou.

Ele disse que o Prontovida está equipado para atender as complexidades dos pacientes, independente do agravo, oferecendo também exames laboratoriais, raio-X e ultrassonografia, ecocardiograma, além de serviços de farmácia e central de abastecimento.

“São 95 leitos, dos quais, 40 enfermarias para pacientes cardíacos e pacientes clínicos, 10 para a população com Covid, 5 para síndrome gripal, além de 40 leitos de UTI com a seguinte distribuição: 10 para coronária, 10 clínica e 20 para pessoas com coronavírus. Dispomos nos nossos quadros de clínicos, cardiologistas, intensivistas, infectologistas, pneumologistas, anestesistas, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, assistentes sociais, psicólogos, nutricionistas, farmacêuticos e fisioterapeutas”, informou.

André Lima disse que, atualmente, o Prontovida conta com 650 profissionais atuando nas áreas assistencial e administrativa e que para evitar a contaminação cruzada, ou seja, que um profissional contamine o outro, tem trabalhado com equipes exclusivas em cada setor.

Com relação ao atendimento à população, ele explicou que as Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) são a principal porta de entrada para o paciente chegar ao Prontovida. “É preciso que o encaminhamento venha das UPAs e não das unidades básicas de saúde. Outros hospitais, como o Hospital Edson Ramalho, também podem pedir a internação clínica, cardio ou Covid para a Regulação do Município”, acrescentou.

A unidade hospitalar está localizada na Avenida Monsenhor Walfredo Leal, n° 46, no bairro de Tambiá, com atendimento 24h.