Fale Conosco

É com profundo pesar que o secretário Chefe de Governo da Paraíba, Roberto Paulino, a ex-prefeita de Guarabira, Fátima Paulino, em nome da Família Paulino, lamentam o falecimento da poetisa, teatróloga e escritora Marisa Alverga Cabral, aos 83 anos, ocorrido na manhã deste sábado (18), no hospital Edson Ramalho, em João Pessoa.

Roberto e Fátima Paulino, além de lamentarem “a passagem” da escritora, lembram que “Dona Marisa” prestou relevantes serviços ao setor cultural de Guarabira, do Brejo e da Paraíba, sobretudo quando exerceu o cargo de secretaria municipal de Cultura em sua segunda gestão.

Fátima e Roberto Paulino se solidarizam e irmanam-se ao momento de tristeza e dor que ora passam familiares (especialmente a filha Márcia), parentes, amigos e afirmam que o falecimento de Dona Marisa deixará uma grande lacuna na área cultural da Paraíba.

O próprio Roberto Paulino diz lembrar como muito orgulho que Marisa Alverga foi sua professora.

 

API lamenta morte da professora e jornalista Marisa Alverga:

A Associação Paraibana de Imprensa (API) lamenta profundamente o falecimento da professora, escritora, poetisa e jornalista Marisa Alverga Cabral, aos 83 anos, na manhã deste sábado (18), em João Pessoa. Ela precisou ser submetida a uma cirurgia de emergência, mas não resistiu.

Marisa foi um dos expoentes da comunicação de Guarabira. Foi apresentadora do programa Sem Fronteiras, na Rádio Rural de Guarabira, e vice-presidente da Associação Guarabirense de Imprensa (AGI).

Também se destacou com habilidade, talento e amor à cultura. Também foi presidente da Academia Guarabirense de Letras, além de ter ocupado diversos cargos públicos, ao longo da vida, pelo desenvolvimento de políticas culturais na cidade.

A API se solidariza com a família e amigos neste momento de dor.

João Pessoa, 18 de setembro de 2021

Associação Paraibana de Imprensa.

 

Quem foi Marisa Alverga?

Marisa Alverga foi poetisa, ex-secretária de Cultura, ex-presidente da Academia Guarabirense de Imprensa e radialista. As primeiras informações dão conta de que ela teve complicações decorrentes de uma cirurgia no aparelho digestivo à qual foi submetida há dois dias.

Marisa foi secretária de Cultura de Guarabira na gestão de Zenóbio Toscano. Por causa de seu falecimento, o prefeito Marcus Diogo decretou luto oficial de três dias. “Com profundo pesar recebemos a notícia do falecimento da nossa grande poetisa, Marisa Alverga. Em vida, foi uma colaboradora da cidade de Guarabira, amante das letras e das artes.

Em Guarabira

Além dos inúmeros trabalhos realizados em vários setores ao longo das décadas, no segmento das artes e incentivo à criação, Marisa Alverga se destacou por seu trabalho como titular desta Secretaria de Cultura, na primeira gestão de Zenóbio Toscano como prefeito de Guarabira, na década de 80, e ainda nos dois mandatos da ex-prefeita Léa Toscano.

A passagem de Marisa Alverga pela Secretaria de Cultura foi marcada por importantes ações formativas e inserção dos artistas guarabirenses em diversas atividades, além de estabelecer parcerias com outras instituições e com estudantes da rede pública de ensino.

Em 18 de setembro de 2007, Marisa Alverga Cabral chegou a receber a mais alta comenda cultural da Paraíba, em sessão na Assembleia Legislativa da Paraíba, ao ser distinguida com a Medalha Augusto dos Anjos, numa propositura do então deputado e seu amigo pessoal, o saudoso Zenóbio Toscano de Oliveira. O então deputado declarou em seu pronunciamento: “Poucas vezes esta Casa praticou um gesto com tanto sentimento de justiça, como o fez, por unanimidade, com a nossa propositura, para a concessão da comenda Augusto dos Anjos, o paraibano do século, à ativista cultural Maria da Luz Alverga Cabral, a “Marisa dos sete instrumentos”.

Marcus Diogo se pronunciou sobre o falecimento de Marisa: “A cultura guarabirense hoje amanhece mais triste. Amiga do nosso saudoso Zenóbio, juntos ajudaram a desenvolver muitos dos nossos equipamentos culturais existentes em nossa cidade. Nossos sentimentos e respeito a toda sua família. Em sua homenagem, decretamos luto oficial de três dias no município”, frisou.