Fale Conosco

Com apoio de mais de 80 organizações, o Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH) enviou uma notícia ao Comitê dos Direitos da Criança da Organização das Nações Unidas (ONU) contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por “ações públicas que desrespeitam os direitos das crianças ao associá-las ao uso de arma de fogo”.

Na última quinta-feira (30), o evento que o presidente compareceu, em Belo Horizonte, foi marcado pela presença de um menino de seis anos vestido de policial que se sentou ao lado de Jair.

Bolsonaro chegou a pegar a arma de brinquedo que o menino carregava e empunhá-la para o alto, em um gesto armamentista que frequentemente repete nos eventos que participa.

“Quando eu era moleque brincava com isso, com arma, flecha, com estilingue. Assim foi criada a minha geração e crescemos homens, fortes, sadios e respeitadores. Meus cumprimentos aos pais deste garoto por estarem emprestando o moleque para dar um exemplo de civilidade, patriotismo e respeito”, disse na ocasião.

No documento direcionado à presidente do comitê, Mikiko Otani, as entidades dizem que as vítimas “são todas as crianças que tiveram suas imagens associadas ao uso de armas de fogo e a política de armamento pelo presidente Bolsonaro”.

 

 

 

Com UOL.