Fale Conosco

Em Patos, a palavra do Dr. Érico é igual a um risco na água: não está valendo nada. Todo dia o deputado dorme de um jeito e acorda de outro. Há quem diga que ele fumou maconha estragada e está igual biruta de aeroporto, mudando de lado ao sabor do vento.

Na feira da cidade, a piada pronta é a comparação de sua opinião com desejos de grávida. Em questão de minutos, o que ele havia decidido pode não ter mais valor nenhum.

Inicialmente, ele era o candidato a prefeito na região. Do nada, renunciou. Decidiu então apoiar a candidatura de Nabor Wanderley. Mas logo depois foi para o outro lado. E assim continua numa gangorra eterna. Como confiar em tamanha inconstância?