Fale Conosco

Com seis meses à frente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), o vereador Dinho (Avante) foi testemunha de uma das maiores produtividades já vistas na Casa legislativa. Mesmo com as sessões acontecendo de forma remota devido à pandemia da Covid-19, neste primeiro semestre foram aprovadas mais de 5 mil leis pelos parlamentares. Em entrevista ao programa 360 graus nesta quinta-feira (1°), ele fez um balanço da sua gestão, a qual avaliou como extremamente positiva.

“Foi bastante produtivo. São mais de cinco mil leis que a gente conseguiu nesse primeiro semestre aprovar. Acho que a Câmara dá um exemplo de produção. Há mais de 10 anos não se via uma produção tão grande”, ponderou.

A alta produtividade, a melhor em 10 anos, é fruto da dedicação dos vereadores, com destaque aos presidentes das Comissões da Casa, à quem Dinho faz questão de parabenizar pelo trabalho. Entre os projetos de lei aprovados nestes seis meses, o presidente da CMJP ressalta a lei dos fura-filas, que pune àqueles que desrespeitarem a fila da vacinação contra a Covid-19 na Capital, a redução do ISS para empresas do transporte coletivo, visando evitar o aumento da passagem de ônibus, e a Reforma da Previdência Municipal.

Outra ação destacada por Dinho é a Câmara Itinerante, que aproximou os parlamentares dos pessoenses ainda no início de 2021. Os vereadores foram a pontos estratégicos de João Pessoa, como a Lagoa, falésia do Cabo Branco e escolas da rede municipal, para ouvir as demandas da população de perto. Com os relatos, puderam elaborar proposituras que contemplavam as necessidades do povo, conseguindo levar melhorias através de requerimentos e projetos de lei.

“São vários projetos e a produção foi intensa naquela Casa. Isso cabe também aos presidentes das comissões. Quero aqui, inclusive, parabenizar o presidente Odon Bezerra, da Comissão de Constituição e Justiçaquero parabenizar o vereador Bruno pela Comissão de Orçamento e Finanças, o vereador Marcílio, pela Comissão de Políticas Públicas, que fizeram essa produção junto com os membros das comissões para que esses projetos tenham sido aprovados”, frisou.

Neste primeiro semestre de 2021, a sintonia entre o Legislativo e Executivo foi notória. O presidente da CMJP afirma que Cícero Lucena é um gestor sensível às pautas da Câmara, o que facilita a harmonia entre os poderes. Inclusive, o gestor municipal assinou convênio com a Caixa, possibilitando a realização de um empréstimo para a construção de uma nova sede da Casa, mais moderna e que proporcionará maior conforto aos 27 vereadores. Com ambas partes trabalhando em concordância, quem ganha é a população de João Pessoa.

Na última semana de junho, quando foi anunciado pela Prefeitura da Capital o programa ‘Agora tem trabalho’, maior projeto de infraestrutura da história de João Pessoa, todos os vereadores estavam presentes na solenidade, inclusive os que fazem parte da oposição, um exemplo efetivo da afinidade entre os poderes.

“Isso demonstra que o Legislativo está unido para o que for melhor para a cidade. Então, é bastante importante essa interação porque demonstra a harmonia dos poderes e quem ganha é a população. A exemplo também do governador que, recentemente, anunciou um viaduto, inclusive no dia desse pacote de obras de Cícero Lucena, que o Governo do Estado, junto com a prefeitura e a Câmara Municipal trabalhando em harmonia, só quem ganha é a população. Não vai ter o ‘rame-rame’ da política”, concluiu Dinho.