Fale Conosco

Primeiro suplente da senadora Daniella Ribeiro, Diego Tavares surpreendeu com sua atuação no Senado Federal quando assumiu o mandato por quatro meses. O agora secretário de Gestão Governamental e Articulação Política de João Pessoa disse, em entrevista ao Programa 360 graus desta quinta-feira (02), que sua primeira experiência no parlamento foi “única”, pois teve a oportunidade de ser líder do Progressistas e ter um projeto de sua autoria aprovado em apenas 40 dias.

“Uma experiência única. Eu tive a oportunidade de ser líder do partido Progressistas, de liderar bancadas como do próprio senador Ciro Nogueira, ser líder da senadora Kátia Abreu (…) Em todas as votações que estive no Senado Federal durante os 93 dias só uma única que não liderei a bancada. Tive a oportunidade de ser indicado para ser presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, não assumi naquele momento porque não teve a sessão, mas também tive a oportunidade de relatar várias indicações, vários projetos, inclusive aprovar um projeto de minha autoria em 40 dias”, destacou.

E sua atuação no Senado trouxe bons frutos para a Paraíba, com investimentos aprovados em mais de R$ 1 bilhão, principalmente para o saneamento básico, informa Diego. Em sua última semana na Casa, durante a discussão da LDO 2022, foi convidado para presidir uma sessão do Congresso Nacional. Além disso, cultivou vínculos com outros senadores que deixam as portas abertas para futuras relações políticas, colaborando também com seu trabalho como secretário municipal.

Agora, Diego Tavares está à frente da Secretaria de Gestão Governamental, pasta criada pelo prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, a partir da junção de outras três: a Chefia de Gabinete do Prefeito, Secretaria de Articulação Política e a Secretaria de Brasília. “Então, a nossa função, entre outras, é que a gente possa, ao lado do prefeito Cícero acompanhar todas as secretarias, fazendo a parte de gestão do governo como um todo, contribuindo com o prefeito Cícero Lucena, além de acompanhar tanto os projetos da Câmara como acompanhar também as emendas em Brasília”, explicou o secretário.

A secretaria ainda é responsável pelo projeto “João Pessoa Sustentável”, que conta com investimentos de US$ 200 milhões do Banco Interamericano para serem usados pela administração municipal em obras como o Complexo da Beira Rio. Também fica a cargo da pasta o fortalecimento da gestão pública e a Coordenação Especial das Pessoas com Deficiência, tarefa que Tavares classifica como um presente dado a ele por Cícero Lucena.

O secretário elogia o ritmo incansável de Cícero, que desde que assumiu a prefeitura, em janeiro deste ano, trabalha incessantemente em prol de benefícios para João Pessoa. “Esse ritmo é motivador. Motiva muito quando a gente vê um gestor experiente como Cícero e vê decidido daquilo que quer. Toma as decisões ‘sim sim, não não’ mas ao mesmo tempo um dinamismo muito grande”, evidenciou Diego Tavares.

Assista à entrevista completa com Diego Tavares: