Fale Conosco

Foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (14) o decreto, assinado pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), que institui estado de calamidade no município de Areia, no Brejo paraibano, devido à crise hídrica.

Conforme o decreto, os efeitos do reconhecimento de calamidade na cidade terão validade de, pelo menos, 180 dias, começando a valer nesta quinta.

Outros municípios paraibanos, como Bananeiras e Solânea também decretaram estado de calamidade em razão da escassez d’água.

De acordo com a Aesa, o açude Vaca Brava, que abastece a cidade de Areia, está em situação crítica, com somente 0,27% de ocupação do seu volume total, que é de 3.783.556 m³.

O estado de calamidade pública aplicado diz respeito, principalmente, ao âmbito financeiro. A situação anormal que, neste caso, foi autorizada pelo poder legislativo da Paraíba ressalta que o estado não tem mais meios para lidar com a crise e necessita de intervenção do Governo Federal com medidas emergenciais de apoio.

Com informações do G1 Paraíba