Fale Conosco

O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, confirmou que a Capital manterá a imunização de adolescentes contra a Covid-19 no próximo sábado (18). Ele disse que a administração municipal não seguirá as determinações do Ministério da Saúde e criticou a decisão do órgão.

Conforme Rocha, a escolha de imunizar os jovens pessoenses foi acordada em conjunto com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (COSEMS-PB) e que outras cidades paraibanas também deverão vacinar seus cidadãos. “Nós vamos realizar a vacinação de adolescentes amanhã 12+ e nós não vamos seguir essa determinação”, disse.

O secretário destacou que a suspensão da vacinação aconteceu devido à um evento adverso ocorrido em adolescente que recebeu a dose no interior de São Paulo, porém a cota de vacinados no Brasil, que atinge 3 milhões de adolescentes, é superior ao caso, que deve ser apurado pelo órgão federal. “Foi evento adverso ou não foi? Vai ser apurado. Digamos que houve um evento adverso em 3 milhões de doses. Um evento adverso em 3 milhões de doses não quer dizer muita coisa”, observou.

Para Fábio Rocha, a imunização de adolescentes deve ser mantida pois, além de proteger esse público, outros grupos prioritários como idosos e pessoas com comorbidades, também estarão em segurança, principalmente com o avanço da variante Delta na Paraíba.

“A conduta prudente nesse momento é vacinarmos a população porque estamos protegendo inclusive os idosos e protegendo também a disseminação da variante Delta. Se a gente for cruzar os braços, não é comportamento esperado no momento. Também não é um comportamento imprudente. Para mim, imprudência é não vacinar”, concluiu o secretário municipal de Saúde.