Fale Conosco

Prestadores de serviços lotados na Secretaria de Assistência Social de Campina Grande (Semas), ainda não receberam os seus salários referentes aos três meses anteriores à atual folha de pagamento. Eles fizeram um apelo público por meio das redes sociais para que o prefeito Bruno Cunha Lima (PSD) e o atual secretário da pasta Valker Neves quitem os atrasados, tendo em vista que muitos prestadores estão sem ter o que comer em suas casas e continuam a dar expedientes diários.

Conforme revelaram alguns PSs, Romero Rodrigues, antes de deixar a Prefeitura, garantiu que o dinheiro para o pagamento desses funcionários já estava assegurado. Ao assumir o Executivo Municipal, Bruno Cunha Lima (PSD) passou meses sem anunciar um titular para a pasta e alegava que sem ter secretário para assinar a folha, não podia pagar os prestadores. Mas, segundo os internautas, ao empossar seu assessor pessoal Alexandre Farias na pasta a situação continuou de atraso para os prestadores. Há um mês, Bruno tirou Alexandre Farias e empossou na pasta Valker Neves. Conforme os prestadores, a pendencia financeira continua.

“O senhor Bruno Cunha Lima, dizia que como não tinha secretário para assinar a folha ele não podia pagar. Ele demorou para escolher e os prestadores esperam até hoje. Sem falar que o senhor Alexandre Farias entrou na Semas e diminuiu o salário de muita gente, queria ver se isso aconteceu com os prestadores do senhor Bruno, nós estamos indo trabalhar todo dia sem salário, sem comida em casa, Romero Rodrigues nós ajude. Os prestadores gritam por socorro”, afirmou a internauta Lolla.

Veja o post em anexo: