Fale Conosco

Na madrugada desta segunda-feira (21), o cantor paraibano João Gonçalves morreu aos 85 anos vítima de infarto. Ele é autor de clássicos da música popular nordestina, como “Severina Xique Xique”, “Mate o véio”, “Galeguin dos zói azu”, eternizados na voz de Genival Lacerda.

Conhecido como “rei do duplo sentido”, na década de 1970 João teve um LP quebrado pelo apresentador de televisão, Flávio Cavalcante. O fato, em plena ditadura, trouxe fama para o artista e também o colocou na mira dos militares.

Já em João Pessoa, quando pretendia cantar na Festa das Neves, teve de se apresentar primeiramente à Polícia Federal, que proibiu a sua canção “Pescaria em Boqueirão”.