Fale Conosco

A vereadora Munique Marinho (PTB), do município de Conde, ficou confusa sobre a hierarquia de poderes e o funcionamento da máquina política. Na sessão da Câmara Municipal dessa segunda-feira (03), ela tentou mudar a ordem prioritária da vacinação contra a Covid-19. Vale lembrar que o cronograma de imunização é de responsabilidade do governo federal.

Munique apresentou um requerimento solicitando à Prefeitura Municipal de Conde que os professores fossem incluídos na lista de prioridades da vacinação. Ela só esqueceu que quem define os grupos a serem vacinados é o governo federal, através do Plano Nacional de Imunização (PNI), que estabelece os calendários e as campanhas nacionais, além de estratégias, das normatizações técnicas sobre sua utilização e a coordenação geral de vacinação.

Apesar de bem intencionada, a vereadora também ignorou as tentativas frustradas de outras prefeituras veiculadas na imprensa. Por exemplo, no Rio de Janeiro, houve a tentativa de antecipar o calendário de imunização, para inserir policiais e professores, mas o Ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), barrou a iniciativa.