Fale Conosco

O vereador Laelson Patrício, do PT de Campina, revela alguns dos motivos que para ele a candidatura majoritária do partido fortalece a legenda.

Segundo ele, a presença de um candidato a prefeito de Campina Grande é uma meta não só dos filiados municipais que estão coesos nesta meta, mas de toda cúpula nacional da legenda que observa Campina Grande como um polo estratégico de radiação de políticas públicas. “Para mim o PT como um dos maiores partidos do Brasil que governa o país, não pode deixar de colocar uma candidatura própria, pois isso fortalece todos os milhares de filiados petistas da cidade que poderão ter palanque próprio na cidade, para anunciar suas propostas e tudo o que vem sendo feito na cidade, seja via, o programa Bolsa Família, as iniciativas em prol dos pequenos agricultores, o acesso a casa própria pelo Minha Casa Minha Vida, dentre outras.”. 

Quem concorda com esse posicionamento é o presidente do diretório do Partido dos Trabalhadores de Campina Grande (PT-CG), Alexandre Almeida, onde afirma que é preciso que o partido siga as orientações da Direção Nacional e Estadual da legenda que decidiu em assembleias por candidaturas próprias nos maiores colégios eleitorais do Estado. “Esse posicionamento só ratifica o que e executiva municipal já havia decidido há cerca de quatro meses”.

Outra fiel defensora da candidatura do PT é a petista Socorro Ramalho que integra a executiva do partido na cidade e comenta que é preciso o PT voltar a ser o protagonista de uma eleição majoritária. “O PT quer dar continuidade as ações exitosas do prefeito Veneziano Vital do Rêgo, ao qual ajudou a eleger. Mas entendeu por apresentar sua candidatura própria”, afirmou Socorro.

PT em Campina – O presidente partidário destaca que o crescimento do partido na Paraíba, segue o que acontece no Brasil onde até então o PT-PB conseguiu 2.729 novos membros e por consequência se repete em Campina Grande onde o número de petistas já bate a casa de 4.000 filiados sendo, portanto o partido extremamente pujante para os próximos pleitos.

Direção executiva – O dirigente petista revela que obteve por parte do presidente nacional da sigla Rui Falcão a confirmação que está programada para o inicio do ano em Salvador (BA), uma Conferência Eleitoral, que será uma largada para as candidaturas dos nossos prefeitos, prefeitas e vereadores, além disso a confirmação de que o mesmo deverá estar na cidade em 2012 para levar ao debate com a população duas propostas principais: mostrar o projeto de país e o debate local, sobre o modo petista de governar.

Ascomptcg