Fale Conosco

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) comentou sobre a possibilidade de sair do PMDB, após as retaliações sofridas por ter votado a favor das denúncias contra o presidente da República, Michel Temer (PMDB).

O parlamentar destacou o convite para se filiar ao PTB, a pedido do deputado federal Wilson Filho, mas frisou que só sairá da legenda caso o PMDB o convide para deixar o partido.

– Existe a possibilidade. Eu agradeci ao senador Wilson Filho, desde que houve as retaliações por eu ter votado contra as pretensões de Michel Temer. O próprio senador Wilson me ligou. Caso venha tomar a decisão, por força das próprias decisões do PMDB, porque não as tomarei por razões pessoais. O PMDB é quem pode levar a um convite tácito para que eu me retire do partido – reforçou.

Veneziano disse que está estudando as peças do processo da segunda denúncia contra Temer e frisou que não terá dificuldade em votar a favor da investigação novamente, caso fiquem comprovadas as acusações contra o presidente.

– Se eu estiver convencido da necessidade dele [Temer] ser investigado, eu não vejo problema. Li já boa parte das 280 páginas da acusação e tenho a obrigação de ler as peças da defesa. O parlamentar deixa de ser parlamentar para ser julgador. Seria irresponsabilidade fazer um juízo meramente político. Lá [na Câmara Federal] você tem que ler a denúncia, conhecer os elementos que estão postos pela Procuradoria Geral da República, como também saber as razões da defesa do presidente Temer. Se eu já votei pela primeira vez pela investigação eu não me inibirei, mesmo tendo sofrido represálias – explanou.