Fale Conosco

Essa notícia saiu a pouco no portal ClickPb e eu repercuto pra vocês:

O deputado Anísio Maia (PT) entregou, em mãos, ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Abraham Lincoln, documento/denúncia de tráfico de influência envolvendo o desembargador Joás de Brito Filho, o conselheiro Nominando Diniz e o governador Ricardo Coutinho, feito pelo jornalista Dércio Alcântara no início deste mês.

De acordo com o petista, o presidente do TJ que estava acompanhado do corregedor do tribunal se mostrou bastante receptivo.  Anísio Maia disse que o primeiro ato do desembargador Abraham Lincoln foi protocolar o documento “Tenho certeza que vai ter desdobramentos”.

O deputado reafirmou que devido a sua determinação de levar as denúncias do jornalista em frente vem recebendo ameaças veladas. “Muitas pessoas, com intuito de aconselhar, vieram pedir para que eu não ‘brinque com a justiça” revelou.

Segundo ainda Anísio Maia, por conta da denúncia do escândalo de trocas de favores entre os poderes, pessoas estão fazendo uma devassa em sua vida pública, principalmente à época em que foi Superintendência Federal da Pesca e Aquicultura na Paraíba(SFPA-PB).

NOTA DO BLOG – Até a próxima sexta Anísio vai ao TCE para entregar ao presidente Fernando Catão denúncia contra o conselheiro Nominando Diniz, que neste processo aparece como padrinho do filho de sua secretária, que segundo o próprio governador Ricardo Coutinho teria recomendado um emprego para o rapaz.

O governador anotou de próprio punho – o que poderá ser confirmado por exame grafológico – que foi uma indicação de Nominando e o protegido virou assessor de Gilberto Carneiro, secretário de Administração, o homem responsável pela demissão de mais de 30 mil pessoas.

Veja abaixo o email do desembargador e o contracheque envolvendo o conselheiro Nominando e uma entrevista com Anísio denunciando, inclusive, que está sendo ameaçado.