Fale Conosco

Durante o programa Assunto de Estado, exibido pela TV Senado na noite desta
segunda feira, com os três senadores da Paraíba, o senador Cássio Cunha
Lima alertou para a existência de dois nordestes, um situado na faixa úmida
que cresce com índices bem acima do restante do país e o nordeste
localizado na região do semiárido que enfrenta extremas dificuldades para
se desenvolver.

Conforme entendimento de Cássio é preciso que o governo central tenha
atenção redobrada para o semiárido para que não sejam aprofundadas as
diferenças intra-regionais. Ele citou a paralisação das obras de
transposição do rio São Francisco e a ausência de um ramal da ferrovia
transnordestina como exemplos notórios da falta de investimentos
estruturantes para a região.

Cássio destacou o momento de união da bancada federal da Paraíba em torno
dos grandes temas do estado e que é possível aproveitar essa nova situação
política para que a Paraíba possa, em bloco, cobrar os investimentos
estruturantes que o Brasil deve à Paraíba.

“Ou se muda esse modelo através de um novo pacto federativo, ao invés desse
atual modelo mitigado ou nenhum governante conseguirá resolver os problemas
não apenas do semiárido paraibano, mas de todo o nordeste”, disse.

Ainda no que diz respeito ao pacto federativo, Cássio denunciou o fato de
que o Estado da Paraíba contribui com mais recursos para o Fundeb do que o
próprio Governo Federal, “enquanto isso as pessoas pensam, erroneamente que
o Fundeb é bancado pelo Governo Federal”.

O senador Cássio Cunha Lima destacou que somente através da educação o país
poderá ter de fato um grande desenvolvimento e convidou os senadores Cícero
Lucena e Vital do Rêgo a acompanharem à Procuradoria Geral da República
para que esta ingresse com uma reclamação junto ao STF para que todos os
estados e municípios paguem pelo menos o Piso Nacional ao magistério.

Cássio lembrou ainda que pelo menos 70% dos municípios do estado tem na
aposentadoria dos seus cidadãos a sua maior fonte de renda e que foi a
partir de um dispositivo proposto por ele durante a Constituição de 1988
que fez passar de meio para um salário o mínimo que o aposentado da zona
rural receberia.

O senador fez questão de destacar os avanços conquistados pela Paraíba ao
longo dos últimos anos, como a universalização do ensino médio, a autonomia
da UEPB, a expansão de 26% para 52% do nível de atendimento em saneamento
básico do Estado, além da ampliação da rede do gasoduto e no que diz
respeito aos avanços que fez com que a Paraíba fosse o estado que mais
diminuiu as desigualdades sociais de todo o país.

Cássio citou ainda as obras do canal de Araçagi que, a partir de Acauã,
proporcionará a criação de cerca de 20 mil hectares para a agricultura e
que o governo do Estado estará iniciando as obrar muito brevemente, “foi
uma ação planejada ainda pelo meu governo e que o governador Ricardo
Coutinho terá a felicidade de construir, num investimento que supera um
bilhão de reais”, concluiu.

com assessoria