Notícias

Romero Rodrigues se defende e diz que erro foi do contador; mas foi pago antes mesmo do processo

O deputado federal Romero Rodrigues disse hoje que está sendo acusado injustamente e que é vítima em todo esse processo. “Sou inocente e nada devo. Tudo já está devidamente esclarecido junto à Justiça. Estou com a consciência tranqüila e tudo o que fiz foi de boa fé”, afirmou o parlamentar, esclarecendo o seu envolvimento no caso da Receita Federal nas declarações do seu Imposto de Renda nos exercícios de 2001/2002/2003 e 2004, veiculados ontem neste blog.

Segundo Romero antes mesmo de haver sido aberto qualquer procedimento junto à Justiça ele se antecipou e fez os pagamentos, “nada há contra a minha pessoa, a não ser o direito das partes de recorrerem, no caso o Ministério Público o que respeito. Após os procedimentos no julgamento fui absolvido por duas vezes pelo Pleno do Tribunal Regional Federal – 5ª Região”.

Rodrigues destacou que, no julgamento a denúncia contra a sua pessoa foi rejeitada por unanimidade pelos integrantes do Pleno do Tribunal Regional Federal – 5ª Região. O Ministério Público Federal recorreu e novamente os desembargadores decidiram pelo arquivamento da ação, ratificando a decisão anterior em seu favor.

Houve um novo agravo por parte do Ministério Público Federal, de acordo com a legislação vigente, e o parlamentar afirma que está tranqüilo a esse respeito.

O parlamentar finalizou dizendo que, nos próprios autos o contador admitiu o seu erro, e mesmo assim antes da abertura de qualquer processo “eu fiz o pagamento devido. O contador disse que o erro havia sido dele e não de nossa pessoa”.