Notícias

Primeiras do dia: renúncia de prefeito, paralisação da Saúde em CG e destinação de emendas parlamentares

O prefeito licenciado do município de São João do Cariri, Cosme Gonçalves de Farias, encaminhou à Câmara de Vereadores uma carta de renúncia ao mandato de prefeito. No começo do ano, Cosme havia sido interditado pelo Ministério Público por conta do Alzheimer. O prefeito estava em seu segundo mandato. Com a renúncia, quem assume é o prefeito interino Helder Trajano.

Os servidores da Saúde de Campina Grande paralisam as atividades e realizam um ato público, nesta quarta-feira (9), na cidade. O ato acontece na Praça da Bandeira, a partir das 9h. Segundo o presidente do Sintab, Giovanni Freire, os trabalhadores irão denunciar os recorrentes problemas que afetam os serviços, como o não cumprimento da data-base e do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR), os atrasos no pagamento da Gratificação de Incentivo ao Trabalho (GIT) e as condições de trabalho, que de acordo com ele são ‘extremamente precárias’.

Após reunião da bancada federal da Paraíba nesta terça-feira (8) para definir onde serão investidas as emendas parlamentares. De acordo com o deputado federal Efraim Filho, os recursos disponíveis chegam a R$ 160 milhões, já os pedidos e requisições para órgaos e institutos acumulam quase R$ 1 bilhão. A reunião final acontecerá em 22 de outubro e a definição do destino dos recursos públicos será apresentada dia 24.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) emitiu alertas para nove municípios paraibanos com despesa com pessoal acima do limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. As notificações foram divulgadas, nesta terça-feira (8), no Diário Eletrônico do órgão. Os municípios citados são os de Olho D’Água, Piancó, Santa Luzia, Santana dos Garrotes, Santa Terezinha, São Bentinho, São José de Caiana, São José de Espinharas e Várzea.

Da redação

Tags: Tags: