Fale Conosco

Mudar Lucena, preparando-a para o desenvolvimento turístico e industrial. Esta é a meta do empresário Paulo de Tácio, que é pré-candidato a prefeito de Lucena pelo PSD, e que conta com apoio incondicional do vice-governador Rômulo Gouveia, presidente estadual da legenda. Ele disse que apesar da tríplice vocação natural que o município possui para o turismo, a piscicultura e fruticultura, não se pode  desconhecer uma nova vertente que se abre agora com a aprovação no Senado da Zona Franca de Lucena, que é a ZPE (Zona de Processamento e Exportação).

“A Zona Franca vai ser a grande ferramenta de transformação, a revolução que ocorrerá  em Lucena, com a geração imediata de emprego e renda. Imagine as indústrias se instalando em nosso território e a ponte Lucena-Cabedelo – que já possui os recursos alocados no Orçamento Geral da União – sendo edificada. Agora some a tudo isso a continuação da PB 008, rumo ao Litoral Norte; com a ordenação e revitalização da orla; construção de parques de desportos, praças e jardins à beira-mar; qualificação das pessoas evolvidas no trade turístico, enfim preparar a cidade para o futuro”,  garante o pré-candidato a prefeito de Lucena.

Segundo ele, para a instalação da Zona Franca é preciso que o município crie o seu Distrito Industrial, defina a linha de investimentos que pretende desenvolver  visando a exportação, prepare-se em legislação de incentivo para a atração de empresários dos grandes centros industriais do país, e mesmo do exterior. “O   que é importante é não perdermos esta oportunidade de ouro que se abre para o nosso desenvolvimento, para a solução definitiva dos nossos problemas”, ressalta.

Outro ponto importante destacado por Paulo de Tácio é preparação da cidade para a Copa do Mundo de Futebol em 2014. “Nosso município foi escolhido entre os 10 municípios da Paraíba e os 184 do país como prioritários no recebimento dos turistas que virão para a Copa do Mundo, e para isso precisamos urgentemente elaborar projetos estruturantes para não fazermos feio. Dinheiro do Governo Federal vai ter à vontade, mas esses recursos só se viabilizarão com bons projetos”, disse Paulo de Tácio, acrescentando que já está conversando com vários técnicos que o assessoram na elaboração de um Plano de Ação Administrativa, que será apresentado aos eleitores durante o processo eleitoral.  

Assessoria