Fale Conosco

Um homem de 35 anos é acusado de estuprar a própria cunhada adolescente, hoje com 14 anos, em Salvador, na Bahia. As informações são do site Universa, do UOL. O crime foi descoberto na última sexta-feira (14) pela namorada dele, irmã da vítima, que vinha sendo estuprada pelo companheiro desde maio, quando ainda tinha 13 anos.

À reportagem, a tia da vítima contou que a mulher do suspeito descobriu o crime depois que instalou um aplicativo “espião” no celular do ex-companheiro que gravava o som ambiente. Em um dos áudios gravados que a reportagem teve acesso, o suspeito conversa sobre o assunto com amigos, que o alertam sobre o crime que ele estaria cometendo.

“Você tem que pedir a Deus e a seu advogado para não ficar na cadeia. Ela é de menor e você tem mais de 30 anos. Você não tem nem 10 nem 15 anos. Isso é pedofilia. Forçado ou não forçado, isso é estupro. Você vai cair na cadeia”, disse um amigo não identificado.

Depois da descoberta, a jovem confessou aos familiares que foi forçada por ele a ter relações sexuais, e que o último abuso teria acontecido no dia 22 de setembro.

Em uma conversa por whatsapp com a irmã da vítima e sua ex-companheira, o suspeito pede desculpas pelo crime e diz estar arrependido. “Desculpa. Perdão. A única coisa que tenho pra te falar. Você não pode levar fé, mas estou sofrendo também. Acalma seu coração, futuramente eu vou pagar”, diz uma das mensagens. Veja o print abaixo:

Crédito: Reprodução

Em uma reportagem da Record TV Itapoan, de Salvador, a ex-companheira do suspeito comentou sobre o crime. “Eu tenho uma filha. Para você ter noção, a família do pai tomou a minha filha, alegando que ia tomar a guarda dela porque eu confiei minha filha a ele [ao acusado de estupro]. Eu não sei se ele fez alguma coisa com minha filha. Estou com medo”, disse.

A denúncia contra o suspeito foi registrada na Delegacia de Repressão a Crimes Contra Crianças e o Adolescente (DERCCA). A Polícia Civil vai investigar o caso e ouvir os envolvidos.

Istoé