Fale Conosco

O Ministério Público do Estado já começou apurar a venda ilegal de alvarás feita pelo ex-prefeito Renato Mendes (DEM) na compra de táxi. A denúncia da irregularidade foi feita pelo vereador peemedebista João Sufoco (Foto). De acordo com ele,  o esquema de venda ilegal de alvarás garantia a compra de automóvel no Plano Taxista (com a isenção de impostos – IPI e ICMS) por pessoas que não exercem a profissão.

Ainda segundo Sufoco,  “essas pessoas compraram carros de luxo irregularmente para uso particular e muitos estão circulando em outras cidades paraibanas e até em estados vizinhos como Pernambuco e Rio Grande do Norte”.

O procurador geral de Justiça da Paraíba, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, determinou que as denúncias  feitas contra  a gestão do ex-prefeito Renato Mendes  e outras supostas irregularidades sejam devidamente apuradas.

No ano passado,  Rento Mendes foi preso durante a operação ‘Pão e Circo’ acusado de superfaturar  em contrações de shows de bandas musicais.