Fale Conosco

Recomendações do Ministério Público, em diversos estados brasileiros solicitando que prefeitos exonerem parentes, das suas gestões, em virtude de práticas de nepotismo, eclodem em todo o Brasil. Essa semana o MP do Ceará recomendou à prefeita de Boa Viagem, Aline Vieira, que exonere 20 servidores do município por nepotismo em até dez dias. Enquanto isso caduca na justiça paraibana uma denúncia contra o prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD) por nepotismo junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) por empresar parentes dele e da primeira dama e pré-candidata a vice-governadora, Micheline Rodrigues (PSDB).

De acordo com o promotor de Justiça Alan Moitinho Ferraz, da Comarca de Boa Viagem no Ceará, a chefe do executivo do município, o vice-prefeito, secretários municipais e vereadores têm utilizado os cargos que ocupam para empregar parentes na prefeitura do município, configurando nepotismo. Veja detalhes: https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2019/05/19/ministerio-publico-do-ceara-pede-exoneracao-de-20-servidores-da-prefeitura-de-boa-viagem-por-nepotismo.ghtml

Neste mês o MP da Paraíba recomendou ao prefeito de Sousa e de Lagoa Seca a exoneração de parentes na sua gestão, mas não fez referência a ação que investiga o nepotismo na Prefeitura de Campina Grande, na gestão de Romero Rodrigues. Dentre os parentes de Romero Rodrigues identificados estão à esposa do deputado estadual Moacir Rodrigues e cunhada do prefeito Romero Rodrigues. Giovanna Karla Barros Fernandes do Carmo está lotada no Gabinete do prefeito e tem salário de R$ 14.196.

Da mesma forma, consta na denúncia a contratação de Izabel Maria Veiga de Oliveira, irmã do gestor Romero Rodrigues Veiga, estando descrita em matérias da PMCG publicadas no próprio site da Prefeitura pela Coordenadoria de Comunicação – CODECOM, ocupando o cargo de Coordenadora do Programa Mais Educação, junto à Secretaria de Educação do município de Campina Grande – PB, por nomeação do citado prefeito.

Também estão na lista esposas, filhos e filhas e primos de vários vereadores de Campina Grande que compõem a base de apoio do prefeito Romero Rodrigues. Pelo menos 12 parentes de vereadores e de pessoas ligadas ao alto escalão político de Campina Grande estão inseridos na folha de pessoal do município com gordos salários. Os vencimentos chegam a passar de R$ 14 mil. Veja mais: https://www.clickpb.com.br/politica/denuncia-aponta-parentes-de-vereadores-e-aliados-em-cargos-comissionados-na-prefeitura-de-cg-255788.html

Redação