Fale Conosco

O “homem forte” dos governos Luciano Agra e Ricardo Coutinho, Alexandre Urquiza (PSB), teve julgadas hoje suas contas no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, onde o relator foi o corregedor eleitoral, João Batista Barbosa. A decisão da Corte foi pela aprovação com ressalvas das contas do candidato derrotado a uma das cadeiras de deputado estadual.

Coincidentemente, Urquiza foi citado recentemente pelo empresário Daniel Cosme Guimarães Gonçalves em vídeo publicado no site da revista Época, onde o mesmo diz aparecer como doador da campanha do socialista sem jamais ter feito qualquer contribuição.

Apesar das graves acusações do empresário, as ressalvas feitas nas contas do candidato derrotado nada tem a ver com as doações para sua campanha, mas com o fato de a prestação de contas ter sido entregue fora do prazo.

O relator votou em concordância com o relatório do Ministério Público e foi seguido por unanimidade.

Enquanto isso, Daniel acusa Urquiza de ter usado seu nome e CPF para justificar doação falsa. A dúvida segue…