Fale Conosco

O Mercado Central será interditado de domingo (07) até a segunda-feira (08) para a realização de obras emergenciais que têm como propósito assegurar a segurança dos comerciantes e consumidores. A ação é uma iniciativa da Prefeitura de João Pessoa, por meio de um trabalho integrado entre a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e outras secretarias municipais, além do Corpo de Bombeiro. As atividades do Mercado retornarão na terça-feira (09).

Para o secretário da Sedurb, Fábio Carneiro, o apoio e integração das secretarias são importantes e vão possibilitar que os serviços atendam à necessidade da população da melhor maneira possível. Ele ressaltou que a iniciativa tem sido fundamental na execução dos trabalhos, que foram iniciados na semana passada no local. “Estamos atuando de forma integrada, para prestar sempre o melhor serviço à população e cuidar dessa cidade, como tem sido orientado pelo prefeito Cícero”, destacou.

De acordo com o diretor de Paisagismo, Jair Soares, estão previstos serviços de poda, limpeza, vistoria para desativar ligações clandestinas de esgotos e reparos na estrutura do local avariada pelas chuvas. Segundo ele, também serão realizadas ações preventivas para evitar que outras ocorrências voltem a ser registradas no mercado. “Todo o perímetro do Mercado Central será interditado nesses dois dias para evitar riscos à população e otimizar os serviços da Prefeitura”, detalhou.

Além da Sedurb, a ação no Mercado Central vai contar com equipes da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Secretaria Executiva de Defesa Civil, Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam), Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), Guarda Civil Metropolitana e Corpo de Bombeiros, totalizando mais de 100 pessoas. Agentes de mobilidade urbana estarão orientando o trânsito no local.

Trabalho contínuo – Desde o último dia 25, equipes da diretoria de manutenção da Sedurb se revezam para solucionar problemas em algumas partes da estrutura que aconteceram em decorrência das chuvas no local. A demolição de áreas em situação de risco, o isolamento da caixa de água localizado na área afetada pelas chuvas, o desligamento da energia elétrica e a reordenação dos comerciantes que atuam na feira de roupa do mercado foram algumas das ações já realizadas para minimizar os transtornos.