Fale Conosco

Atenção Ministério Público, atenção Polícia Federal, atenção TRE.Um diretor da EMLUR, Francisco Noé Estrela teria feito o gari de laranja e este seria doador da campanha de Ricardo Coutinho, segundo denúncia veiculada nesta quarta-feira, 18, no programa radiofônico Polêmica Paraíba.

Querem link maior do que esse de que há formação de quadrilha, associação para o crime e uma máfia interligada?

Acho que agora o lixo fedeu mais ainda. É preciso que se cobre a instalação de uma CPI na Assembleia Legislativa para investigar com profundidade esse círculo vicioso.

Se já era estranho que o agente de limpeza Magildo Nogueira fosse sócio de uma empresa de locação de caminhões compactadores avaliados em mais de três milhões, que vencesse uma licitação de 600 mil,  agora vem à tona as ligações perigosas entre esse escândalo e a campanha do atual governador.

Qualquer bestinha percebeu que nesse mugunzá tiem caroço. E o gari? Sumiu e ninguém consegue entrevistar.

Como poderia um simples agente de limpeza vencer uma licitação sem ter a devida cobertura?

É claro que o superintendente da EMLUR sabia. E tem mais: Francisco Noé Estrela, Diretor de Remoção de Resíduos da EMLUR, é nada mais nada menos do que doador da campanha de Ricardo Coutinho, cujo atual chefe, Coriolano, foi o tesoureiro.

A Paraíba pede explicações.