Brasil

Informações desencontradas sobre adiamento do HC de Lula causam constrangimento no STF

A forma como o adiamento da análise de habeas corpus do petista foi comunicado causou desconforto no STF. O ministro Gilmar Mendes decidiu manter seu pedido de vista, mas a saída do caso da pauta acabou sendo atribuída a Cármen Lúcia, que nem sequer assumiu os trabalhos como presidente da Segunda Turma.

A análise do habeas corpus em que a defesa pede a anulação da condenação do petista alegando que Moro foi parcial estava marcada para terça (25). O caso deverá voltar à pauta no segundo semestre. A defesa também alega que as conversas vazadas do ex-juiz atestam sua suspeição.

O julgamento já teve início em dezembro, com Cármen Lúcia e Edson Fachin votando para que Moro não seja considerado suspeito. Faltam os votos de Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.

A informação é da coluna Painel da Folha de São Paulo.

Da redação

Tags: Tags: