Fale Conosco

Juiz federal do TRF-4, Jorge Antonio Maurique disse estar “impressionado que não haja indignação no mundo jurídico com o conteúdo, e sim com a forma” das mensagens que vieram a público envolvendo o então juiz na época Sergio Moro e procurados da Lava Jato.

“Por causa de mensagens vazadas a jornalistas, o governador de Porto Rico acaba de renunciar. Lá, só importou o conteúdo.”

Apesar de a Polícia Federal indicar que as mensagens são fruto de invasões a celulares, “se verdadeiro, o conteúdo vazado (…) é muito ruim para os envolvidos”, defende o magistrado.

Já o governador Flávio Dino (PC do B-MA) diz que “parte diretamente interessada não deveria nem opinar sobre o assunto [destruição de provas]“. “Muito menos comunicar autoridades. Realmente o Direito no Brasil virou coisa bem esquisita.”

Da redação com informações da Folha de São Paulo