Fale Conosco

Na última terça-feira (07), um grupo de quatro homens invadiu a sede da rádio Comunidade FM, em Santa Cruz do Capibaribe, em Pernambuco, com o objetivo de agredir um dos radialistas após ele ter criticado o presidente Jair Bolsonaro em seu programa.

O vídeo da ação foi divulgado pelo jornalista Bruno Muniz. Nas imagens, é possível ver a ação dos bolsonaristas, que ameaçam e tentam atacar o locutor Júnior Albuquerque. Em meio a abordagem hostil, os homens foram retirados do local.

Alvo dos ataques, Júnior Albuquerque revelou sofrer ameaças desde que começou a opinar em seu programa a respeito das ações do presidente durante a pandemia da Covid-19.

“Eu fiz um comentário opinativo, onde expus que no meu ponto de vista, Hitler não era o único culpado do genocídio que aconteceu na Alemanha, pois quem o apoiou e quem se calou também teve sua parcela de culpa. Assim como no Brasil, em relação à Covid-19, os eleitores de Bolsonaro que concordam com a política sanitária que ele vinha fazendo, também iam ter culpa e a história ia dizer isso”, apontou o jornalista.

O radialista prestou queixa na Polícia Civil do município e pretende também realizar uma queixa-crime no Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Veja o momento da ação: