Fale Conosco

A rejeição ao governo de Jair Messias Bolsonaro cresceu no último mês e atingiu 40%, mas a maioria dos brasileiros é contra a abertura de um processo de impeachment, revelou a pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada ontem. O aumento de casos da Covid – 19, o fim do auxílio emergencial e derrota nas vacinas ajudam a explicar a piora no desempenho do presidente, segundo analistas.

De acordo com o levantamento, quatro em cada dez brasileiros consideram a gestão de Bolsonaro ruim ou péssima. Em dezembro, o percentual era de 32%. A avaliação positiva (ótimo ou bom), por outro lado, caiu de 37%, em dezembro, para 31%. O percentual de pessoas que consideram o governo regular oscilou de 29% para 26%. Segundo o Datafolha, foram ouvidas, por telefone, 2.030 pessoas em todo o país entre 20 e 21 deste mês. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Apesar do aumento na rejeição a Bolsonaro, 53% dos entrevistados disseram que a Câmara dos Deputados não deveria abrir um processo por crime de responsabilidade contra o presidente. Em dezembro, este número era de 50%. Os defensores do impeachment, que eram 46% em dezembro, agora são 42%. Outros 4% dos entrevistados não responderam à pergunta ou disseram que não sabem.